sexta-feira, 6 de novembro de 2009

O cangaço

Introdução

Entre o final do século XIX e começo do XX (início da República), surgiu, no nordeste brasileiro, grupos de homens armados conhecidos como cangaceiros. Estes grupos apareceram em função, principalmente, das péssimas condições sociais da região nordestina. O latifúndio, que concentrava terra e renda nas mãos dos fazendeiros, deixava as margens da sociedade a maioria da população.


Entendendo o cangaço


Portanto, podemos entender o cangaço como um fenômeno social, caracterizado por atitudes violentas por parte dos cangaceiros. Estes, que andavam em bandos armados, espalhavam o medo pelo sertão nordestino. Promoviam saques a fazendas, atacavam comboios e chegavam a seqüestrar fazendeiros para obtenção de resgates. Aqueles que respeitavam e acatavam as ordens dos cangaceiros não sofriam, pelo contrário, eram muitas vezes ajudados. Esta atitude, fez com que os cangaceiros fossem respeitados e até mesmo admirados por parte da população da época.

Os cangaceiros não moravam em locais fixos. Possuíam uma vida nômade, ou seja, viviam em movimento, indo de uma cidade para outra. Ao chegarem nas cidades pediam recursos e ajuda aos moradores locais. Aos que se recusavam a ajudar o bando, sobrava a violência.

Como não seguiam as leis estabelecidas pelo governo, eram perseguidos constantemente pelos policiais. Usavam roupas e chapéus de couro para protegerem os corpos, durante as fugas, da vegetação cheia de espinhos da caatinga. Além desse recurso da vestimenta, usavam todos os conhecimentos que possuíam sobre o território nordestino (fontes de água, ervas, tipos de solo e vegetação) para fugirem ou obterem esconderijos.

Existiram diversos bandos de cangaceiros. Porém, o mais conhecido e temido da época foi o comandado por Lampião (Virgulino Ferreira da Silva), também conhecido pelo apelido de “Rei do Cangaço”. O bando de Lampião atuou pelo sertão nordestino durante as décadas de 1920 e 1930. Morreu numa emboscada armada por uma volante, junto com a mulher Maria Bonita e outros cangaceiros, em 29 de julho de 1938. Tiveram suas cabeças decepadas e expostas em locais públicos, pois o governo queria assustar e desestimular esta prática na região.

Depois do fim do bando de Lampião, os outros grupos de cangaceiros, já enfraquecidos, foram se desarticulando até terminarem de vez ,no final da década de 1930.

fonte: http://www.suapesquisa.com/historiadobrasil/cangaco.htm

Relacionando o assunto

A questão da violência é algo muito presente na sociedade atual, você consegue relacionar a violência do cangaço a dos dias atuais? Quais as diferenças e semelhanças?Pesquise sobre o assunto e dê sua opinião clicando logo abaixo em "postar um comentário".

27 comentários:

Anônimo disse...

Ainda há semelhança entre os cangaceiros do sertão e os "cangaceiros" de hoje, afinal ambos usam armas e furtam pessoas. o Grande diferencial esta no foco de ambos, pois os cangaceiros agiam a fim de sustentar seu bando e ocasionalmente partilhar com a população mais nessecitada. Já os ladrões de hoje, roubam por não ter mais opção de se sustentar (ou sua família), ou por puro capricho de conseguir algo fácil.

Otávio Augusto - 3112 - Noite

Anônimo disse...

A quéstão da violência já é algo muito comum por uma causa mínima como por exemplo;por uma roupa,um calçado,uma bijouteria etc...
E a violênciados cangaceiros eracontra os coronéis ou mesmo para defender a relação social ou o direitos de todos.
Aluna:Alcilene Silva
Turma:3112

Anônimo disse...

Sim.As principais diferenças é que na época, Os Cangaceiros roubavam na maioria das vezes de pessoas ricas e poderosas pois tinham muito dinheiro, terra e gado, depois de roubarem parte do que eles roubavam ficava com eles e a outra era repartida entre os mais pobres pessoas que em geral não tinham o que comer.Já nos dias atuais os Gatunos roubam, matam,qualquer pessoa seja ela rica pobre ou não,matam se dó nem piedade.no tempo do Cangaço também tinha a questão da pessoa, que não conseguia pega-los e hoje em dia também, quer dizer conseguem de vez em quando.(Damilla Fiama 3112-noturno)

Anônimo disse...

A questao da violencia nos dias de hoje reflete que a sociedade brasileira se encontra.Hoje podemos indentificar cangaceiros por exemplo se coparamos os cangaceiros do passado que lutavao contra a miseria,afome e terra,que sao familias que clamam por terr,como MST,O Movimento dos Sem Terra,que sao familias que clamam por Reforma Agraria,que lutam por um pedaço de chao para construir sua moradia e plantar para sua subsistencia.Contudo,o que muitas vezes acontece sao familias em guerra no campo,invasao de fazendas,saques e mortes.
A semelhança e evidente,ja que ambos os movimentos se afirmam denfesores dos objetivos do povo.O cangaço, tendo Lampiao afrente foi uma lenda,sendo ate romantizado como o fato de um homem roubar e matar para defender os direitos do povo,ja o MST ja nao e tao bem visto no pais!!!!!!!!!!1
ALEX M M PAZ.
T.3112

TURNO.NOITE

Anônimo disse...

a questão da violência e algo presente na sociedade actual igual no tempo do cangaço pois ambos tiram o dinheiro de outros com muita violência e morte o cangaceiro tiram mas dividem também com os pobres já os ladroes actuais rouba de ricos ou podres mas também com muita violência para paga seus vícios e não dividem.
Aluno:Jocilene de Oliveira
Turma:3112

Anônimo disse...

A violência na sociedade atual é um pouco parecida quando ocorria a violência nos anos passados era por que os donos da fazenda ou de jazida tinham muito dinheiro, o cangaceiro roubava matavam por suas necessidades.
Hoje em dia os povos de uma nova geração estão praticando a violência ainda mais pior, até mesmo por um cigarro eles estão tirando a vida das pessoas. Este crime está acontecendo igual no tempo dos cangaceiros sem nenhuma necessidade, aonde é que esse mundo vai parar.

TURMA;3112 Manoel Aldo Celes Oliveira Souza

Anônimo disse...

A miséria e o abandono foram motivos de tantas revoltas dai os cangaceiros passaram a atacar depósitos roubar gados e fazer muito assassinatos já nos dias atuais muitos roubam para satisfazer suas necessidades ou por que gostam de praticar o furto; hoje muitos matam por nada algo que poderia ser resolvido em conversa acaba em morte qualquer besteira é motivo de ira, raiva e vingança. As semelhanças do cangaços dos dias atuais são as mortes, roubos, crueldades e desumanidades mas por motivos diferentes.
(Gilza Beth R. Conçalves - turma 3112)

Anônimo disse...

A questão da violência é sim muito presente na sociedade nos dias de hoje, devido a falta de oportunidade que a própria sociedade oferece ao ser humano,colocando assim um ponto na falta de investimento dos nossos governantes em nossas sociedades em geral com isso alguns membros da sociedade começam a cometer uma série de delitos.Ao relacionar o cangaço aos dias atuais não encontramos muita diferença porque a onda de violência é praticamente igual,a única diferença é que na época os cangaceiros agiam em beneficio seu e de seu grupo e não em beneficio do latifundio.
Alunos:Antonio Marcos/Synthia Hellen
Turma:3112

ericsiqueira disse...

Sobre o cangaço visitem:

http://www.historiadomundo.com.br/idade-contemporanea/cangaco.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Canga%C3%A7o

http://www.tg3.com.br/cangaco/

http://www.suapesquisa.com/historiadobrasil/cangaco.htm

ericsiqueira disse...

Quero parabenizá-los pelas respostas, vocês surpreenderam.No entanto é importante ter a visão correta acerca do cangaço, alguns dos primeiros "cangaceiros", a princípio faziam serviços sujos para os coronéis, aliavam-se ou não com os fazendeiros conforme as circunstâncias e a priori não roubavam para ajudar os pobres, apenas ocasionalmente.

Anônimo disse...

A violência sim,mas os objetivos são diferentes,porque os cangaceiros lutavam não só em beneficio próprio eles também lutavam pelos direitos do povo,e isso encomodava muito os coronéis,que por sua vez só queriam escravizar o povo.Hoje em dia a grande diferença da época do cangaço é que temos os políticos para lutar pelo povo,eles lutam contra,somente por objetivos
próprios,eles matam e esfolam tudo e todos que estiverem no seu caminho,essa é diferença.Já na época do cangaço povo tinha alguém que se preucupava com eles,e por alguns tempos o povo viveram felizes,trabalhando livremente,até quando os coroneis e o Estado se juntaram para acabar com alegria do povo até hoje.
turma:3112
Rosangela

Anônimo disse...

A violência sim,mas os objetivos são diferentes,porque os cangaceiros lutavam não só em beneficio próprio eles também lutavam pelos direitos do povo,e isso encomodava muito os coronéis,que por sua vez só queriam escravizar o povo.Hoje em dia a grande diferença da época do cangaço é que temos os políticos para lutar pelo povo,eles lutam contra,somente por objetivos
próprios,eles matam e esfolam tudo e todos que estiverem no seu caminho,essa é diferença.Já na época do cangaço povo tinha alguém que se preucupava com eles,e por alguns tempos o povo viveram felizes,trabalhando livremente,até quando os coroneis e o Estado se juntaram para acabar com alegria do povo até hoje.
turma:3112
Rosangela

Anônimo disse...

No tempo dos canganceiros,eles só matavam coronéis e fazendeiros e isso só acontecia quando um trabalhador denúnciava um fazendeiro.Eram unidos e roubavam apenas os ricos e ajudavam pessoas pobres,porém nem todas as vezws isso acontecia.
Hoje em dia é .A qualquer momento você pode ser roubado,sendo pobre ou rico,para eles não importa quem seja,matam sem piedade.
Tudo isso foi gerado pela miséria,outras por apenas terem que alimentar seus vícios.

Cleiciane Costa _3112-NOITE

Anônimo disse...

O Cangaço foi um movimento social, que por sua vez podesse chamar atençâo, pois os Nordestinos estavam sendo esquecidos, por isso ocasionou vários fatores como a fome,miséria e por sua vez a violência.
Esse movimento foi em pról de seu grupo e à sociedade,ajudavam como podiam.
Os cangaceiros saqueavam fazendas e furtavam objetos de valor e alimentos na qual com o povo.Isso mantinha seu grupo sempre na ativa e ganhavam o apoio do povo.,educação
Acredito que por falta de espaço, falta de opções leva o individuo à praticar violência.
A socidade vive hoje em dia uma crise,de ética ,princípios,cultura,religião. joelson 3112

Anônimo disse...

Na sociedade atual o descontrole social crimes contra crianças,adolescente cada ve
mais perto das drogas da criminalidade.
O cangaceiro:eram aqueles que pegavam as armas,saqueavam e assaltavam viviam uma vida de penúria eram tachados como bandidos.
Hoje a violênciaa atual e mais vista no mundo contêmporaneo podemos citar como crimes,contra mulheres e crianças,a violÊncia no trãnsito, os adolescente do mundo das drogas,tráfico de armas,bebidas alcólicas sem controle.
ALUNA;LYDIANNE DA COSTA AIRES
TURMA:3112 TURNO;NOITE

Anônimo disse...

A origem do Cançago tem bastante haver com a violência dos dias atuais, com algumas diferenças.
Os principais motivos do Cangaço era a fome, as doenças, a perda de terras e etc. E hoje em dia são esses motivos que os bandidos alegam que seja e o maior é o desemprego.
A diferença entre eles, era que os cangaceiros para ajudar algumas vezes a população e mais para o seu sustento, eles roubavam e também matavam para evitar a miséria, e só roubavam gente de Poder "Os Coronéis" donos de terras e eles costumavam agir mais em grupos. Já os bandidos de hoje em dia, não tem respeito por pessoas de sua classe "baixa", roubam pessoas pobres, pessoas ricas e isso mais para sustentar algum vicio ou sustentar suas famílias e muitas vezes eles matam por matar, não estando nem aí pra nada e ainda dizem que "já estão no fogo".
Semelhança de todos eles é que são bandidos, nascem com má índoli e são caçados por policiais. Geralmente eles matam por matar e alguns bandidos roubam pessoas de grande porte, como faziam os Cangaceiros!

Nome: Thymonne Yannayara
Turma: 3112

Anônimo disse...

todos os dias nos deparamos com atitudes da sociedade atual,que parando para anlisar,percebemos que não são tão diferentes de fatos ocorridos no passado.No caso do cangaço,movimento tipicamente nordestino,surgido no periodo monarquico vimos semelhanças com o MST movimento que quer uma reforma Agrária em nosso país ambos lutam contra muitos latifundiarios querendo sempre fazer justiça com as próprias mãos a diferença são nas atitudes tomadas por ambos,os cangaceiros tinham atitudes muito mais drasticas,ao ponto de matar fazendeiros(coroneis) uma vez que os sem-terras são mais voltados ao vandalismo,sempre com o proposito de chamar a atenção do estado. Podemos também compará-los quando a sociedade tenta fazer justiça espancandos bandidos nas ruas,chegando ao ponto de matá-los muito parecido com os cangaceiros que queriam se vingar de pessoas que proporcionavam o mal a diferença é que os cangaceiros se vingavam de pessoas que possuiam muitos bens materias e a sociedade atual de pessoas que pouco obtem matérias fazendo assim o papel daas autoridades de forma brutal semelhantes aos cangaceiros.

Anônimo disse...

todos os dias nos deparamos com atitudes da sociedade atual,que parando para anlisar,percebemos que não são tão diferentes de fatos ocorridos no passado.No caso do cangaço,movimento tipicamente nordestino,surgido no período monárquico vimos semelhanças com o MST movimento que quer uma reforma Agrária em nosso país ambos lutam contra muitos latifundiários querendo sempre fazer justiça com as próprias mãos a diferença são nas atitudes tomadas por ambos,os cangaceiros tinham atitudes muito mais drásticas,ao ponto de matar fazendeiros(coronéis) uma vez que os sem-terras são mais voltados ao vandalismo,sempre com o aproposito de chamar a atenção do estado. Podemos também compará-los quando a sociedade tenta fazer justiça espancados bandidos nas ruas,chegando ao ponto de matá-los muito parecido com os cangaceiros que queriam se vingar de pessoas que proporcionavam o mal a diferença é que os cangaceiros se vingavam de pessoas que possuíam muitos bens matérias e a sociedade atual de pessoas que pouco obtém matérias fazendo assim o papel das autoridades de forma brutal semelhantes aos cangaceiros.
Luana Rodrigues turma 3112

Anônimo disse...

Não. Porque nos dias atuais a violência estar muito relacionado para si, ou, seja o proprio bandido rouba qualquer individuo, cidadão de bem com ou sem classe, portanto podemos entende que o cangaço como o fenomeno social caracterizado po atitudes violentas e falta de respeito dos fazendeiros com seus trabalhadores. T:3112 noite
crisley saraiva

Anônimo disse...

os anos se passaram,e so cangaceiros ainda continuam por ai,com uma diferesnça.

os cangaceiros de antigamente saqueavam fazendas,e algumas vezes parte desse saque eles doavam para os pobres nessecitados.

os cangaceiros de hoje são esses ladrões q não acham o que fazer da vida e roubam,para eles não importa se é pobri ou se é rico,não importa a quantia que a pessoa tem.
e ainda existem os ricos ladrões
esses politicos filhos da mãe roubam sem arma,roubam o povo.
aluna:daiane de oliveira
turma:3112

Anônimo disse...

Não há semelhanças pois os cangaceiros era um grupo unido que lutavam pela sobrevivência.Usavam a violência no fato de furtar os pequenos e grandes burgueses,furtavam alimentos e objetos de valor, muitas das vezes ajudavam os mais carentes.
Hoje em dia a violência se dar a partir da falta de opção na sociedade,qualquer pessoa esta sujeita à ser vítima da violência,não importa a quantia de valor que possui.
joelson 3112

Anônimo disse...

o povo assistia bestializado proclamação da república brasileira não alterou as propriedades dos coronéis durante a república velha envolvendo a população o Cangaço era na verdade uma denúncia da situação de penúria em que viviam os sertanejos.

Anônimo disse...

Em relação a questão da violência ela sempre existiu e nunca vai deixar de existir principalmente, pela posse da terra, com relação à violência eo cangaço aos dias atuais posso defenir que o cangaceiro, roubava, assaltava e matava coisa que era uma constante no sertão, para sobreviver, hoje os cangaceiros, se tornaram os sem terras, os coroneis se torneram grandes políticos donos da terra, e deixaram uma pequena parte da população, sem ter onde morar.
Isso fez com que essa parte da população
se uni-se com a finaliade de invadir as terras desses empresários e políticos criando um grande confronto armados das duas partes.
Pois os fazendeiros e políticos, para proteger suas terra e não permitir a entrada dos sem terras e assim e inevitável não ter confronto, onde pessoas inocentes principalmente as crianças que na maioria ainda não sabem porque estão no meio dessa guerra.
Diferença: Os cangaceiros agiam em beneficio propio e seu bando.
Os sem terras agem em alguns casos no proposito de se beneficiar vendendo o própio patrimonio para depois invadir outras terras.
Semelhanças: A luta de ambas as partes acaba com mortes de pessoas inocentes.

Anônimo disse...

Em relação a questão da violência ela sempre existiu e nunca vai deixar de existir principalmente, pela posse da terra, com relação à violência eo cangaço aos dias atuais posso defenir que o cangaceiro, roubava, assaltava e matava coisa que era uma constante no sertão, para sobreviver, hoje os cangaceiros, se tornaram os sem terras, os coroneis se torneram grandes políticos donos da terra, e deixaram uma pequena parte da população, sem ter onde morar.
Isso fez com que essa parte da população
se uni-se com a finaliade de invadir as terras desses empresários e políticos criando um grande confronto armados das duas partes.
Pois os fazendeiros e políticos, para proteger suas terra e não permitir a entrada dos sem terras e assim e inevitável não ter confronto, onde pessoas inocentes principalmente as crianças que na maioria ainda não sabem porque estão no meio dessa guerra.
Diferença: Os cangaceiros agiam em beneficio propio e seu bando.
Os sem terras agem em alguns casos no proposito de se beneficiar vendendo o própio patrimonio para depois invadir outras terras.
Semelhanças: A luta de ambas as partes acaba com mortes de pessoas inocentes.

Aluno: Sérgio Silva Turma: 3112

Anônimo disse...

o povo assistia bestializado proclamação da república brasileira não alterou as propriedades dos coronéis durante a república velha envolvendo a população o Cangaço era na verdade uma denúncia da situação de penúria em que viviam os sertanejos.
Edinete 3112

Anônimo disse...

No mundo atual que estamos vivendo também e claro o abandono a miséria, marginalidade pois os policos não ajuda o povo carente da periferia, então os jovens não tem opção de desenvolver e acabam se envolvendo com drogas, assaltos, garotas se prostituem para poder sustentar sua familia.
Antoinio Silvino era o lider do grupo dos jagunço. Assim também nosso tempo existe o MST, o movimente social de trabalhadores onde eles envadem fazendas para tomar posse da terra e isto e um tipo de revolta pois o governo não ajuda o povo da zona rural.

Aluna: Alessandra Vasconcelos
Turma: 3112

Anônimo disse...

O cangaço foi uma das formas dos sertanejos demonstrarem sua revolta pelo descaso dos governantes que não ligavam para o sofrimento do povo que passava fome
devido a grande seca que cartigava os nosdestinos cruelmente ocasionando morte de pessoas devido a fome e a miséria da população.
Os cangaceiros eram vistos pela população como Heróis pelo fato deles roubarem mercadorias e algumas vezes eles repartiam com a população pobre e sofrida, porém eram vistos como verdadeiros arruaceiros pelos governantes.
Aluno: Charles Albert Cunha de Jesus ,3112.