sábado, 24 de outubro de 2009

Novo papel do professor na educação


O aprendizado não está mais focado na quantidade de conhecimento que se tem na mente, mas na capacidade de relacioná-los a uma determinada situação ou necessidade. A Figura do professor passa por mudanças, não mais como detentor do saber, mas como ponte ou um “mapa rodoviário” do conhecimento. Ser professor hoje e em um futuro bem próximo requer ou irá requerer habilidades ainda muito desconhecidas, como incentivador, indicador de caminhos alternativos, conhecimentos sobre educação à distância (interação através de fóruns, lista de discussão, e-mail, blog na internet) , o conhecimento, fazendo uma comparação com a construção civil estará à disposição, assim como os tijolos, o ferro, o cimento, etc, só precisará ser construído, o professor passa a ser o “orientador”, “as normas de construção”. Da mesma forma como nenhuma casa é totalmente igual à outra, cada aluno construirá o saber de uma maneira diferente, no entanto, com os mesmos princípios de construção". Em outras palavras, haverá uma maior independência dos alunos, eis a nossa grande dificuldade e desafio, pois ensinamos há séculos a se repetir e gravar informações, e agora se requer elaborá-las para resolução de problemas. A produção do conhecimento ou da informação não estará mais restrita aos jornalistas, professor, etc, mas ao público em geral, o que dará a oportunidade de questionamentos das “normas estabelecidas”, talvez um grande exemplo dessa situação fosse à forma de escrita em bate-papos da web, a qual propõe uma mudança na ortografia.

Nessa nova forma de educação se premia a criatividade, a tentativa de achar caminhos alternativos, não mais acertar a questão pura e simplesmente, o que ele desenvolveu a partir de si próprio ou a partir de sua pesquisa, ou de pesquisa coletiva.

Pelo que observamos as novas tecnologias não seriam os “sujeitos da mudança na forma de aprender”, mas vêm colocar em "xeque" nossas antigas certezas, criam condições alternativas de aprendizagem e vêm “pressionar” por uma mudança de metodologia de ensino.

Eric.

7 comentários:

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Prof. Eric Siqueira

Gostaria de parabenizá-lo pelo premio no 2º concurso de blogs educativos do NTE. Você merece, pois já desempenha um grande papel como um verdadeiro professor digital.

Abraços e vamos blogar! :-)

Josete disse...

Professor Eric,
Passei para cumprimentar-lhe pelo merecido prêmio!
Seu blog, além de apresentar um conteúdo educativo belíssimo traz uma mensagem linda sobre Jesus. Parabéns!
Josete

LÉA PARAENSE SERRA disse...

Nessa discussão, fiz uma postagem sobre "sociedade líquida", onde não há segurança a longo prazo. "Navegar", por exemplo, é um vocabulário corrente que está associado à sociedade pós-moderna. Temos que enfrentar a crise!

Prof. Adinalzir disse...

Caro Eric Siqueira

Em outras palavras... É chegada a hora do velho professor acordar e abrir espaço para o novo professor. É preciso sair da escola do século XIX e entrar na escola do século XXI.

Abraços e vamos blogar, :-)

ericsiqueira disse...

Abraços a Adinalzir, Josete e Lea Paraense, obrigado pelos comentários, vocês enriquecem esse blog.

Tati Martins disse...

Olá, Eric!
Muito boa a postagem. Excelente a charge. Parabéns!!!
Só faria uma simples correção. Você usou muito o tempo futuro em relação às mudanças. O tempo é agora. Acho que sua mensagem é forte e muito boa, mas tem de ser no tempo presente!
Beijinhos!

Rocio Rodi disse...

Concordo com Tati, Eric, a tua criatividade retrata o tempo presente, apesar de inquietar o professor, a alternativa do alunado ajuda a mudar a didática... Belo impacto na aprendizagem de ambos!