segunda-feira, 8 de junho de 2009

Dicionário do paraense

Recebi este email que parece ser uma construção coletiva "não oficial" de alguns termos usados pelo Paraense.

ÉGUA = vírgula do paraense, usada entre mil de mil frases
ditas, e com essa expressão, ele não tem a menor chance de errar nas concordâncias...
LEVOU O FARELO! = se deu mal!
PITIÚ = cheiro de característico de peixe, você consegue sentir com maior intensidade no VER-O-PESO, cheiro de ovo também.
TE ACOCA = te abaixa.
TUÍRA = pó da pele de quem não toma banho direito!
MAIS COMO, ENTÃO? = me explique, por favor!
BORA LOGO! = se apresse!
BORIMBORA! = vamos embora
MAS QUANDO! = você está mentindo!
EU CHOOORO! = significa " não tô nem aí pra ti! Te vira!”
FILHO DUMA EGUA = filho da mãe.
E-GU-Á = Poxa vida!!!
PAI D'EGUA: = Excelente!
MAS CREDO = sai fora
OLHA JÁ = é mentira!!
JÁ ME VÚ = tchau
TU ALOPRAS = você "apela"
PUTISTANGA = sinônimo de "É-GU-A" que quer dizer: poxa vida!!!
UULHA = expressão usada por nossas crianças quando querem se referir a algo.
ASSANHADO = Para nossos amigos sulistas, essa esse adjetivo não quer dizer "ENXERIDO", e sim, seu cabelo está bagunçado!!
DIACHO = Expressão de desapontamento;
DESPOMBALECIDO = Estado de moleza e cansaço. 2. enfermidade;
MERDA N´ÁGUA! = é o famoso "maria vai com as outras".
CARAPANÃ = pernilongo, mosquito, borrachudo.
PÔ-PÔ-PÔ = embarcação típica composta por um a canoa coberta, movida a motor de 2 tempos na popa.
CALANGO ou OSGA = lagartixa (de chão).
BAITA = Algo legal, bacana.
ARREDA AÍ = afasta aí.
DERRUBAR = cagoetar, entregar
ESMIGALHAR = amassar, desmanchar
ESBANDALHAR = quebrar
RALHAR = brigar
PAPUDINHO = cachaceiro
DISPRÉ = algo ruim, vergonhoso
CARAMBELA = cambalhota

BOLO PODRE = Bolo de tapioca
PAPA-CHIBÉ = paraense autêntico, aquele que não troca seu pirão de água com farinha com umas boas cabeças de camarão.
CAMETAZINHO = típico cidadão que fala vumbora sumanu, pega água nu puçu, já comeste un uvu?
MANINHU = Amigo, Colega
HEBE = Égua - Caramba (Hebe era usando por pessoas que antigamente consideravam o Égua como um palavrão)
LÁ NO CANTO = lá na Esquina
RABIOLA = um tipo de Pipa
AXII CREDO! = expressão de desdém quando você não gosta de alguma coisa.
GITA ou GITITA = o mesmo que pequenina
TEBA = quer dizer grande.
CHOPE, CHOPINHO = em todo canto vemos placas assim: VENDE-SE CHOPE, quem não sabe fica intrigado achando q vende cerveja em todas as casas quando na verdade é sacolé... como os "pregos" falam pras bandas do sul...
ESPOCAR = estourar, encher de mais, explodir, etc..._
PÃO CARECA = pão francês, cacetinho, etc.
PIRA& nbsp = brincadeiras infantis (tipo pique lá pras bandas do sul)
TORÓ = chuva forte.
PAPAI = vocativo irônico. Ex. Égua, assim não tá dando, papai.
CABOQUICE = adjetivo que diminui algo/fato.
MAS TA VINDO UM PÉ D'ÁGUA = Tempestade, chuva muito forte
CABA = espécie de inseto - (maribondo, vespa)
PORRETA = o mesmo pai d'égua,
MUTUCA = inseto q dá uma época do ano no interior.
TOMA-LHE-TE = toma-te com mais ênfase.
BUIADO = endinheirado
BUSTELA = meleca
BENJAMIM - T = (aquele troço que põe na tomada pra ligar vários aparelhos elétricos)
VISAGEM = fantasma, assombração
PAVULAGEM = metidez, frescura
JERIMUM = abóbora
IGARAPÉ = córrego
JOGO DE CEMITÉRIO = QUEIMADA
TRAVESSA, PASSADEIRA = TIARA (ARCO DE PRENDER CABELO)
PERAÍ = espera um pouco ex: ei maninha peraí, já tô indo !!
RASGA = sai fora ! EX: Ei muleque! rassssga !!!!!
MUFINO = adoentado, triste, abatido, cansado
BAQUE = pancada, machucado
BORÓ = dinheiro trocado
PAGANDO = boquiaberto

BÓIA = comida
PISSICA = má sorte
DEU PREGO = quebrou, enguiçou.
INHACA = fedor
NA ROÇA = Sem dinheiro.
QUIÉ MERMÃO = o que tu tá olhando?
MALINAR = fazer maldade com alguém (também usado para beliscar, fazer cócegas)
MAS Ú CARAMBA = noossa!
PIRA PAZ NÃO QUERO MAIS = Parei!
Éeeeeegua! té leso? - deixa de ser doido!
MATA NO MEIO = queimada (brincadeira)
NEM TE CONTO = vem cá quero te contar uma coisa
PITIÚ OU PIXÉ = cheiro típico de peixe
VIXE MARIA = para espanto negativo, tipo: vixe Maria, a conta
da luz veio alta demais!!!
LESO, LESERA e similares = quando alguém faz alguma coisa idiota.
CURUBA = ferida
PEREBA = ferida no pé
AGORA LASCOU-SE = agora se deu mau
MININU MIXILHÃO = menino q mexe muito
MIJADA = quando alguém leva uma bronca
REMENDO = conserto ou costura numa roupa Ex: Fulana saiu com uma roupa toda remendada.
ARREMEDAR = o mesmo que imitar
EMPERIQUITADO = o mesmo que emparfelado
POMBA LESA = quem é meio desligado, boco.
TÁ SAFO = tá beleza.
SAFO = quem é bom em algo.
TO NA GRADE = tá esperando a vez de jogar.
ME EMBRULHA = me cobre.(com lençol de dormir)
PEGAR O BECO = sair do lugar
FICOU NO VÁCUO = comeu e bebeu a custa de alguém.
BAFO DE ONÇA = mau hálito
TU É SÓ BAFO = mentiroso
MACACA = AMARELINHA
GALO = JOGO DA VELHA
PETECA = BOLINHA DE GUDE

PAVOLAGEM, PÁVOLO, PÁVOLA = Cara essas são firme, quer dizer uma pessoa que se acha muito, metida, boçal, etc.

BILÉ= pateta, lerdo

FUMADO= ENCRENCADO

PIOR = abreviação de "pior que é"; é mesmo..

GALA-SECA = loco, só fala merda...

PEGA O BECO = vai embora,sai daqui,cai fora...essa todo mundo fala...rsrrsrsrsr

LAPADO = Rápido

VAI VUADO= Rápido.

MAS Ú SU MANU = mas ô meu camarada, meu amigo;

QUANTO É ESSE NEGÓCIO AÍ NOVINHO? = quanto custa isso meu jovem?;

NÃO TE APERREIA = acalme-se;

TÔ APERRIADO= Situação financeira ruim.

TÔ DANDO RASTEIRA EM COBRA= Situação financeira ruim.

TÔ LISA, LESA E LOUCA= Sem dinheiro.

RAPÁ, MAS ESSE MENINU É AGUNIADO! = esse menino é inquieto

OLHA DISQUE = tá mentindo;

DEIXA DE PAVULAGEM = deixa de conversa mole;

ASSOMPRA AÍ = soprar p/ esfriar algo que está quente, ou p/ minimizar a dor de um machucado;

NÃO ME ARREMEDA = não me imite;

BENÇA = Dei-me a benção

"EGUA TU É DOIDO É? = exclamaçao usada apos uma notícia extraordinaria!!!

RALHO = bronca

JÁ QUÉ = Você está interessado nisso. Geralmente utilizado com o "Tú" na frente.

Ex: Casal de namorados se olham e a menina fala: mô tú já qué né!?

Uma amiga fala pra outra sobre o namorado: miga, o fulano já qué...

AQUENTAR = De aquecer. Mesmo que esquentar.

TE MANCA = Ponha-se no seu lugar!

SETOR=casa

PIRA = ferida, coçeira; e sua adjetivação

PIRENTO (A) = alguém ou animal que tem pira;

PÉ-INCHADU = pessoal que bebe freqüentemente;

MERMO = mesmo;

CASA DE ALTOS E BAIXO = imóvel residencial com 2 pisos ou dois andares, como quiser;

PAROMÊS = no próximo mês;

PRA-SEMANA = na próxima semana;

PARO-ANO = no próximo ano;

MEIA-HORA = 12:30;

CECÊ OU CC = odor humano da região da axila, sinônimo de "cheiro de asa";

CHEIRO DE ASA = o mesmo que cc;

ISPIA = veja só, olha lá;

APUFIÁ = apostar;

MUFINO = fraco ou tristonho; sem animo;

XUXA ou XUXINHA = elástico que prende o cabelo;

PIPU = chupeta;

PIQUENHAZINHA; PIQUENUZINHU; CURUMIM; CUNHAN, CUNHANTAN, CHUNHANZINHA = menina, garota, mulher jovem;

PORRUDO = grande;

PORRUDÃO = aumentativo de porrudo, muito grande;

ATÉ U TUCU = cheio, muito cheio, lotado, “até u tuco”;

PECONHA = faixa de tecida usada nos pés para subir em açaizeiro;

TCHEBEI, TCHOBOU, TIBUM = representação na linguagem oral do impacto de algum objeto com a água;

PINTIAR = pentear;

FOLOTE = esgarçado, frouxo;

NA CAGADA ou NA MERDA = na sorte;

CAGAR = defecar, fazer coco (fum, fedeu!);

IR LÁ EMBAIXO = em Belém significa ir ao comércio, ao centro;

BONDE = ônibus;

PÃO CARECA = pão francês

SINAL = semáforo

BROCADO = morto de fome

ILHARGA = lado, lateral ( o remedio tá na ilharga do rádio)
BUBUIA = quase sinônimo de flutuando

CABOCO, CABOQUICE E DERIVADOS = com comportamento interiorano.
SE AMOSTRAR = querer aparecer, contar vantagem.

PITISQUEIRA = Armário de Cozinha;

PLOC = mulher da vida, aquela que fica com todos, ou que se veste como tal!
BOTE = fica, paquera, QUEBRA
PIXÉ, PTIÚ = cheiro de peixe, odor, fedor.
JÁ ESTÁS = a pessoa está mau intencionada, aí alguém fala: hummm já estás!
PICUINHA = intriga, fofoca
ESCANGALHADO = QUEBRADO, ESCULHAMBADO
BACURÍ OU BACURIZINHO = filho, menino

COSTA = costas
CRUZETA = cabide
ESPIA = preste atenção
POTOCA = mentira inofensiva para contar vantagens
ENCARNAR/CAÇOAR =para os paulistas zoando, mas também pode dizer como: Está querendo tirar sarro da minha cara?
COISA = é uma palavra que pode ser utilizada como: verbo, advérbio, pronome, preposição, artigo, numeral, como por exemplo: Aiiiiii, coisou a coisinha. Coisinha, coisa aquela coisa ali, para eu coisar nela...
ERAS DE TI = expressão de decepção por outra pessoa.
Tinha GENTE, GENTE, GENTE, GENTE = repetição para dar ênfase, como por exemplo: Choveu, choveu, choveu, choveu...
BOMBOM = doce pequenos que os sulistas e povo de SP chamam de bala, pode? Rs!
TÁ RALADO = está difícil

PELEJAR = significar conseguir algo com sacrifício
REVESTREU =do avesso, ou dificuldade para fazer algo.

"SÓ O FILÉ" = Tá bacana! Beleza!

ROÍ UMA PUPUNHA = resolveu algo difícil

CATIROBA, PIPIRA = mulher feia

VOU-ME JÁ = de ir embora(tem duplicidade com 'mijar', fazer xixi)

VOU DAR O BALÃO = dar a volta .

DEPENARAM = assaltaram

ÉGUA, MI RÓBA LOGO = de roubar

*Sabemos usar o TU, como ninguém, uma sonoridade perfeita. Com bastante concordância, sem misturar com outros pronomes, TU é para os íntimos, você é cerimonioso, para quem não se tem intimidade,ou em algumas relações especiais.

2 comentários:

LÉA PARAENSE SERRA disse...

Meu comentário é para a a nova imagem do blog: achei linda, cerâmica maravilhosa, a cara da nossa cultura.

ericsiqueira disse...

obrigado Lea.